VERGONHA ALHEIA

Todo mundo entende com facilidade o que o título quer dizer: algo ou alguém que, de tão ridículo, nos constrange tanto que, com dó e pena, acabamos com vergonha – uma vergonha quase que em auxílio moral tamanha a idiotia assistida. Pois é. Leiam abaixo os quatro relatos sobre a imprensa brasileira na cobertura da titulação de Lula na Science-Po, em Paris, título e academia prestigiadíssimos por sinal, e pensem se não é um caso clássico de vergonha alheia.

Mas, registre-se, também, que conquanto seja assim, não se pode esquecer que são as reportagens de jornais fontes capitais para o trabalho de historiadores, por exemplo. Jornais, além de informar o presente, se pretendem informar o futuro deixando seus registros para a pesquisa histórica. A história da repercussão internacional do presidente Lula poderia ser corretamente reconstruída, no futuro, por meio do material produzido por estes jornalistas?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s