Do Mergulhando na História: 1948: A MORTE DE GANDHI

Para conhecer o blog Mergulhando na História, clique aqui.

 

Há cinqüenta e seis anos, em 30 de janeiro de 1948, Mohandas Karamchand Gandhi, o libertador da Índia, foi morto com três tiros por um fanático hindu.

Na véspera, aquele a que chamavam Mahatma ( Grande Alma )  disse a sua sobrinha-neta Manu: “ Se eu receber uma bala em meu peito, sem um gemido e com o nome de Rama em meus lábios, deverás dizer que fui um verdadeiro Mahatma. Caso contrário, declara ao mundo que eu era um falso Mahatma”.

No momento em que o assassino, Nathuram Godsé, atirou em seu peito ele murmurou: “ He, Rama!” ( Oh, Deus!). Com as palmas das mãos cerradas uma contra a outra, caiu morto no mesmo instante. Para Gandhi, Rama não era o personagem histórico do Ramayana. “ O meu Rama – disse ele – é o eterno, o não-nascido”.

Com sua força espiritual, e suas táticas não-violentas de resistência civil, o Mahatma conquistou a independência da Índia. Não conseguiu evitar, entretanto, a luta entre hindus e muçulmanos. Dessa luta resultou, inteiramente contra a sua vontade, o surgimento de um país muçulmano separado: o Paquistão.

Consumada a divisão do território, Gandhi se conformou e passou a trabalhar pela paz entre as duas novas nações. Foram hindus, inconformados com a partição do país, que armaram o braço do assassino.

A  morte violenta contribuiu para idealizar ainda mais a figura de Gandhi como “pai na nação”. Não há cidade ou povoado na Índia que não tenha um monumento ao homem magro e curvo, portando apenas uma túnica e uma bengala na mão. A questão é se a herança deixada por ele ainda tem algo a ver com a prática política na Índia de hoje.

 

Imagem

Uma das frases mais famosas de Gandhi, parecem que se encaixam perfeitamente em nossa mente depois da sua morte. Não é mesmo?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s