MÉDICOS cubanos no Brasil: “que el dolor no nos sea indiferente”

Hum Historiador

Sobre a vinda dos primeiros médicos cubanos para trabalharem no Brasil, gostaria de compartilhar o relato emocionado de Fernando Brito para o blog Tijolaço, publicado neste último sábado (24).

Não concordo com tudo o que ele escreveu, especialmente porque tenho conhecimento de médicos que discordam veementemente da posição adotada por esse grupo que rechaça os cubanos simplesmente por espírito de corpo ou por uma ideologia tacanha por trás de um estilo de vida que cega uma grande parte da população para o essencial: a vida de seres humanos.

Abaixo segue a íntegra do relato de Fernando Brito.

Corem diante desta negra, doutores! Ela tem o que os senhores perderam
por Fernando Brito para o blog Tijolaço| publicado originalmente em 24.ago.2013

“Somos médicos por vocação, não nos interessa um salário, fazemos por amor”, afirmou Nelson Rodrigues, 45.

“Nossa motivação é a solidariedade”, assegurou Milagros Cardenas Lopes, 61

“Viemos…

Ver o post original 960 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s