Pracinhas Brasileiros na segunda Guerra

interessante!

Conhecendo a história

Pilotando aviões ou combatendo em trincheiras, mais de 25 mil soldados guerrearam na Itália. Conquistaram Monte Castelo e prenderam uma divisão alemã

Maria Carolina Cristianini, Still Marcelo Zocchio | 01/05/2005 00h00

Quando começou a cair a primeira nevasca no fim de novembro de 1944, os soldados brasileiros que combatiam na frente italiana perceberam que aquela seria uma batalha sem tréguas. Não bastasse o teatro de operações de guerra, eles também enfrentariam o que seria o inverno mais rigoroso nos últimos 50 anos na região apenina. Aliás, se existem duas palavras capazes de descrever o que sentiam os pracinhas nos fronts da Segunda Guerra Mundial, elas são medo e frio. A morte sondava os soldados a todo o instante e eles sofriam com a temperatura média de -20º C, em fardas que em nada protegiam. “A gente, no início, tinha que vestir quase dez camadas de roupas, camisas por cima de…

Ver o post original 405 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s