Ainda Sobre os Navios Negreiros…

Time Machine

Dando continuidade a postagem Relatos de um escravo em um navio negreiro indo em direção ao Novo Mundo., completaremos falando mais dos navios negreiros.

Com o comércio de seres humanos, um novo setor do tráfico mercantil. As proas dos navios negreiros voltam-se com toda força para o novo continente.Mal alimentados e vitimados pelas epidemias que grassavam a bordo dos navios, os negros morriam com facilidade. Nos porões, aglomeravam-se de trezentas a quinhentas pessoas para uma viagem que leva de trinta a cinqüenta dias. Com freqüência, 10% a 20% das peças não chegavam a seu destino. O tráfico negreiro para o Brasil foi intenso até 1850, quando acabou sendo suspenso após uma longa polêmica com a Inglaterra.

Embarcados à força e aprisionados em porões acanhados, que mal davam para que permanecessem sentados, os africanos eram mantidos nus, separados por sexo, sendo que os homens permaneciam acorrentados. Por vezes era permitido que…

Ver o post original 114 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s