Mandonismo, Coronelismo, Clientelismo

histhora

Quando se fala em Coronelismo, erroneamente nos remetemos apenas e tão somente ao século XIX, de fato, auge de sua atuação e onde sua força era incontestada. O coronelismo foi uma das bases fundamentais de sustentação do domínio oligárquico na República Velha e foi um fenômeno comum em todo o país. Coronéis eram os grandes proprietários rurais de grande autoridade da região, político mais influente, patrão, padrinho de casamento ou batismo, a quem todos deviam favores e obediência, aquele que não hesitava em usar a força para conseguir seus objetivos. O coronelismo tinha força no contexto denominado “política dos governadores”, onde aquele garantia as eleições municipais, em seguida apoiava as candidaturas estaduais e federais, era uma corrente oligárquica onde “uma mão lavava a outra”, era um verdadeiro jogo de cartas marcadas. A área de influência e controle político dos coronéis era chamada de Curral Eleitoral e ali todos acompanhavam as…

Ver o post original 469 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s