A participação do Brasil na Primeira Guerra Mundial

 

A seção ‘Arquivo S’, publicada pelo Jornal do Senado , resgata uma parte pouco conhecida da história do Brasil: a participação do país na Primeira Guerra Mundial. O jornalista Marcelo Monteiro, autor do livro U-93 – A Entrada do Brasil na Primeira Guerra Mundial, e a professora de História da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) Christiane Laidler analisam os fatos que levaram o país a decretar guerra contra o Império Alemão três anos após o início do conflito na Europa. De acordo com eles, Ruy Barbosa, no Senado, teve uma influência crucial na decisão brasileira. Veja a reportagem Ricardo Westin.

Anúncios

Documentário: Feudalismo- Castelos Em Guerra

 

 

Sinopse

Após a queda de Roma, a igreja cristã e os reis europeus encheram esse grande vazio de poder, brigaram nas cruzadas e enfrentaram a peste negra. O desenvolvimento das artes, a ciência e a filosofia na Itália deram início ao grande ressurgimento cultural em toda Europa.

Do Central da História: Filme – Lemon Tree

Para conhecer o blog Central da História, clique aqui.

 

 

Infelizmente não foi possível disponibilizar o filme em português, mas mesmo assim achei interessante, para aqueles que tiverem uma noção de inglês vale a pena assistir!

 

 

Do Pragmatismo Político: Uma excelente propaganda anti-racismo

Para conhecer o site Pragmatismo Político, clique aqui.

 

Desprezível – o racismo posto em seu lugar. Onde você guarda o seu preconceito?

A propaganda portuguesa intitulada ‘Desprezível’ retrata bem as características de parte da classe média e da elite brasileira com relação a negros e pobres.

Uma mulher senta-se ao lado de um rapaz negro em um avião. Incomodada pelo fato de ter de viajar ao lado de um negro, resolve chamar a aeromoça para solicitar a mudança de poltrona.

O desfecho da história você assiste no vídeo abaixo:

Diretor de Criação: MARCELO LOURENÇO / PEDRO BEXIGA
Edição: MARCELO LOURENÇO
Diretor de Arte: PEDRO BEXIGA
Diretor Geral: JOÃO CARLOS PELLOTE
Produtor: ALEXANDRE MONTENEGRO
Empresa produtora: SHOW-OFF FILMS
Lançamento: NOVEMBRO, 2000

 

 

com Geledés e Celso Amorim

[Vídeo] Canhão Ferroviário 80 cm Schwerer Gustav (Dora) – Railway Gun “Dora” with sound

 

 

Schwerer Gustav e Dora são os nomes pelos quais ficaram conhecidos os canhões ferroviários 80 cm K (E) alemães. Os canhões foram desenvolvidos no final dos anos 30 pela Krupp, com o objetivo de destruir alvos fortificados. Pesavam cerca de 1344 toneladas, e podiam disparar projéteis de até 7 toneladas a uma distância superior a 37 km. Preparados para a Segunda Guerra, tinha-se por objetivo usá-los contra a Linha Maginot durante a Batalha de França. Um dos canhões foi usado na Rússia, no cerco a Sebastopol durante a Operação Barbarossa, sendo destruído ao final da guerra com o objetivo de evitar a sua captura.